quinta-feira, 6 de julho de 2017

MCore entrevista: 88 Fingers Louie - Chicago, EUA


Continuando a nossa série de entrevistas, dessa vez a banda entrevistada foi 88 Fingers Louie, punk rock/hardcore melódico de Chicago, Illinois (EUA). A banda, que foi formada em 1993, chegou a encerrar as atividades em 1996 devido a brigas internas. Na época, o então baterista Glenn Porter decidiu deixar a banda para fundar o Alkaline Trio. Em 1998, a banda retornou com o baterista John Carroll (que está na banda até hoje). Mas no ano seguinte, as brigas entre os membros persistiam e a banda decidiu encerrar as atividades. 

Após o fim do 88 Fingers Louie, o vocalista Denis Buckley começou a cantar na banda Explode and Make Up, John Carroll se tornou baterista da banda Paper Mice, e o guitarrista Dan ''Mr.Precision'' Wleklinski (que continua no 88 Fingers Louie) fundou o Rise Against junto com o baixista Joe Principe. Entre 1993 e 1999, a banda lançou 3 álbuns de estúdio: Behind Bars (1995), The Dom Years (1997) e Back On The Streets (1998). Em agosto de 2009 a banda se reuniu pra fazer 2 shows que deram sold out, e no ano seguinte lançou o seu primeiro DVD.


Em 2013, a banda decide retornar de vez e chama Nat Wright pra ser o novo baixista. E depois de 19 anos sem lançar um álbum com músicas inéditas, a banda retorna com o álbum ''Thank You For Being a Friend'', que foi lançado no dia 30 de junho através da Bird Attack Records

Perguntas respondidas pelo vocalista Denis Buckley, confira a entrevista abaixo:

Vocês chegaram a ficar quase 20 anos sem lançar músicas inéditas. Quando vocês decidiram que queriam gravar um novo álbum?


Denis: Entre 2009 e 2010 quando nos reunimos pra fazer alguns shows, tentamos compor alguma coisa, mas infelizmente não estávamos na mesma vibe. Em 2014 tentamos novamente, mas na época foi difícil arrumar tempo. Em 2016 finalmente conseguimos nos reunir e começamos a compor as músicas que fazem parte do álbum ''Thank You For Being a Friend''. 

E como foi o processo de composição e gravação do álbum?

Denis: Era cansativo às vezes. Em relação às letras, procuramos falar sobre relacionamentos quebrados, mortes de pessoas próximas e a atual conjuntura política aqui nos Estados Unidos. Sinceramente, estou muito feliz com o resultado! 

Qual música do álbum novo que vocês mais gostaram, e porque?

Denis: Essa é uma pergunta difícil de responder porque isso muda o tempo todo, mas no momento direi que a preferida é ''Our Tired Vices''. Ela começou com um riff de ska, e nós 4 trabalhamos juntos na música que se tornou. Ficamos muito satisfeitos com o resultado!

Vocês lançaram "Advice Column" como a primeira música do álbum, ela tem um significado especial pra vocês?

Denis: É uma música sobre avançar, independentemente de as pessoas acharem que é uma boa idéia ou não. Permanecer preso no passado não é muito gratificante. 



Em 1999, 88 Fingers Louie anunciou um hiato, onde permaneceu por um bom tempo. O que levou vocês a tomarem essa decisão no momento?

Denis: Na época eu queria ter mais tempo pra passar com a minha família, os outros membros discordaram e queriam trabalhar em um novo álbum. Eventualmente, eles me confrontaram e quando eu disse a eles como eu estava sentindo, a banda se separou.

O que vocês levaram de experiência do tempo que o 88 Fingers Louie permaneceu em hiato?

Denis: Aprendi que, independentemente da outra banda com a qual estive envolvida, não tinha a mesma química que 88 Fingers Louie. 

Como vocês enxergam a cena hardcore atualmente? Vocês poderiam nos recomendar uma banda?

Denis: Ultimamente eu não tenho acompanhado tanto as bandas novas. Recomendo o som da Miracle Drug, confira depois! 



Vocês já receberam alguma proposta ou pretendem vir para o Brasil? 

Denis: Ainda não recebemos nenhuma proposta, mas nós adoraríamos ir para o Brasil! 

Qual é o conselho de vocês para as bandas que estão começando agora?

Denis: Faça o que quiser, e não o que os outros lhe dizem pra fazer.

Obrigado por nos conceder a entrevista! Vocês poderiam deixar uma mensagem para os fãs brasileiros? 

Denis: Nós é que agradecemos pelo espaço, amamos muito os nossos fãs brasileiros e esperamos vê-los em breve!

Acompanhe a banda nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram.


1. Meds
2. Advice Column
3. Knock It Off
4. All The Right Words
5. Turned to Grey
6. Here's to That Innocence
7. Catastrophe Awaits
8. The Violence of Denial
9. 2810
10. Our Tired Vices
11. November's Big Mistake
12. My Final Story


0 comentários:

Postar um comentário